sexta-feira, 13 de agosto de 2010

SUPERAÇÃO

Viver consiste em dominar a arte da superação. Desde o momento de nossa concepção até o dia de nossa partida deste mundo físico, somos expostos a inúmeras situações e circunstâncias que exigem de nós a capacidade de exercer a vida.

Se pararmos para pensar em como se deu nossa existência veremos que fomos dotados do poder da superação. Imagine você, estando entre milhões de espermatozóides  e , apenas um, chegar até o fim da jornada  fecundando o óvulo.A partir daí , começar a formação de um ser complexo em estrutura e  organização.

Tudo passa a ser desafiante: o amadurecimento e utilização das funções orgânicas, domínio dos movimentos, controle da fala entre tantas coisas.
Essa viagem transcorre até os dias de hoje onde os anos se passaram e tantas histórias você tem para contar. É a resistência da vida, é o fôlego da vida... é a força da vida. Houveram inúmeras situações e interações onde você reagiu, não ficou inerte, porque está vivo.

Se fizermos uma viagem inversa no tempo e aterrisarmos no ponto onde estávamos nos organizando enquanto seres sociais, perceberemos que foi exatamente essa condição que proporcionou o nosso sucesso como espécie. E então, descobrimos o nascimento dos conflitos. Era (e ainda é) necessário lidar com os mais fortes e os mais fracos, tínhamos que entender o conceito de relações políticas e gradativamente fomos evoluindo.

Se antes nosso inimigo era o dente de sabres, o frio, o calor, a fome e demais testes à sobrevivência, hoje nos vemos frente a frente com o subjetivo, com as intenções, com os "fantasmas" do desemprego, por exemplo, ou os demônios do consumismo compulsivo e a obsessão por ter que mostrar o quanto somos tão bem sucedidos quanto nossos ídolos da TV e cinema.

Com toda essa pressão por desempenho e status alimentamos e acalentamos nossas mais insanas fantasias. Investimos em carreiras, prestamos concursos e desejamos ter e possuir.

Eis que num belo dia nos deparamos com outras pessoas que estão querendo a mesma coisa que nós e muitas vezes sem o mesmo senso ético ou moral. O atrito então é praticamente inevitável. E se você ainda por cima, tiver a desagradável e infeliz oportunidade de ver sua resistência testada por um perverso competidor social ou profissional, logo saberá o que é ter que lidar com medos, ansiedades, depressão e verá sua vida sendo desafiada de verdade.

Em nossos dias é quase impossível não experimentar as conseqüências de viver nas grandes cidades em toda a sua dinâmica e volúpia.

É importante que paremos por um momento para olhar para o nosso interior, nossa alma e nos apresentemos novamente à nós mesmos, para nos conhecer e reconhecer mais uma vez. Enxergar as pessoas ao invés de somente vê-las. Enfim, nos reconstruir. Curarmos-nos. Um processo de reengenharia pessoal em todos os níveis.

Superação pode ter uma conotação diferente para cada pessoa e realidade, mas que ao final trará um resgate pessoal, uma nova visão de mundo talvez.

Tudo pode começar com uma dor e se transformar em uma nova existência ou missão na vida, com um propósito maior, que cause um bem maior e que nos tire de nosso egocentrismo.

A pergunta que se faz é: você quer a superação ou o comodismo?Com a palavra, a pessoa mais importante do mundo: você.