terça-feira, 22 de março de 2011

Bullying: a prática da covardia


A vida urbana, ao que parece, torna as pessoas mais frias, stressadas e violentas.

O mau humor, o revanchismo, a competição e a disputa são alguns efeitos da chamada selva de pedra ou se preferir, modernidade.

Os filmes retratam isso à cada lançamento, assistimos todos os dias essa triste constatação em noticiários, somos testemunhas, em alguns casos e protagonistas em outros.

Mas quando vemos nossas crianças demonstrar reações cruéis com seus colegas, isso nos deixa chocados e perplexos: é o bullying.

Recentemente conversando com uma colega de faculdade, o tema surgiu, e ela nos revelou o quanto este tipo de violência teve impacto em sua vida, sendo que sente seus efeitos até hoje.

Nesses casos o que se deve fazer é tentar o diálogo com os responsáveis na escola, caso não se obtenha êxito, o caminho é denunciar ao conselho tutelar e ao Ministério Público.

Precisamos discutir este tipo de fenômeno com nossos filhos pra que amanhã não sejam agressores ou mesmo vítimas. É necessário estar atento à mudanças de comportamento, pois em muitos casos a criança fica com vergonha de dizer o que está acontecendo com ela; o importante é ler os sinais.

Vale ressaltar que a escola é responsável pelo que ocorre com cada criança que esteja dentro de seu perímetro, incluindo eventual processo penal.


Raniery
raniery.monteiro@gmail.com
@mentesalertas