sábado, 1 de outubro de 2011

Os imbecis e seus preconceitos


O preconceito é um juízo preconcebido e discriminador direcionado a pessoas, lugares, tradições que são diferente daquilo que um tipo de gente idiota e ignorante costuma exteriorizar. É uma deliberada manifestação de desconhecimento pejorativo de alguém ou de algum grupo social a tudo que seja diferente daquilo que foi elencado como certo ou bom pra este tipo de gente.

As formas mais comuns de preconceito são de ordem social, racial e sexual, mas o ser humano, em alguns casos, se supera em sua fraqueza e mediocridade. Essa frieza é capaz de segregar pessoas que necessitariam, na realidade de compaixão e calor humanos como os soros positivos, por exemplo.

Uma das coisas que percebi neste tipo de comportamento é exatamente a questão da insensibilidade e desumanização de pessoas que possuem um ego inflado demais pra considerar seu próximo como igual.

E a partir desta pequena observação podemos constatar alguma coisa de relevância que está afetando o ser humano em todo o planeta: a hostilidade do homem para com ele mesmo permite com que seja deflagrado os mais diversos e tipos de conflitos causando as mais variadas conseqüências negativas em nossa existência.

O mais interessante disso tudo é que nossa estrutura evolutiva deu- nos uma ferramenta poderosa que permitiu não só nossa sobrevivência enquanto espécie como o domínio sobre quase tudo na Terra- a cultura. Ironicamente hoje a utilizamos contra nós mesmos. Bem vindo ao mundo do egoísmo. 

O discurso desses imbecis vem travestido de intelectualidade ou aparência de racionalidade, mas não tem nada que ampare seus argumentos vazios. O preconceito é uma generalização superficial, chamada "estereótipo", e, é detectado justamente pela observação agressiva que é feito sobre quem está debaixo de suas “críticas” irracionais.

O preconceito é um erro, então, pela superficialidade ou pela estereotipia que se fundamenta na crença e não no conhecimento, haja vista não estar alicerçado sobre os pilares da argumentação ou do raciocínio.

Eu sempre me pergunto se uma pessoa preconceituosa quando manifesta seu comportamento negativo na realidade não está, ao mesmo tempo, indicando sua insignificância e deficiências. Sim, porque o que move o interior desse desajustado é sua instabilidade desencadeada por complexos de inferioridade e que projetam contra determinados grupos ou pessoas que julgam ser diferentes ou esquisitas, muito mais pra tirar o foco de sua mediocridade que para apontar uma suposta inferioridade daqueles a quem atacam.

Podemos concluir que os preconceituosos são pessoas infelizes e frustradas que precisam se auto regular e o fazem através da inferiorização do outro. No fim, não passam de idiotas e imbecis que manifestam o quanto são medíocres.



Raniery
raniery.monteiro@gmail.com
@Mentesalertas