segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Medo Que Motiva

Penso que a manipulação e o medo são forças interdependentes. Uma se alimenta da outra para sobreviver. Só manipulo explorando teu medo e você só o permite porque se submete a ele.

Seja como for, fato é, que este tipo de relação é tão antiga quanto o próprio homem. Na antigüidade o que não entendíamos atribuíamos aos deuses certa explicação e o sacerdote era seu oráculo. Este controlava o povo com ameaças se não acatassem suas ordens ainda que absurdas ou loucas.

Dezenas de milhares de anos se passaram e nada mudou. Continuamos a agir como se fossemos gado e nos submeter ao terrorismo de pequenos grupos que exploram nossa ansiedade.

Recentemente numa postagem de um colega na rede social ironizando as ações manipulativas da empresa deflagrou-se acalorada discussão com ataques aqui e ali em função das opiniões divergentes. 

Ora, discordar é saudável numa democracia, mas os manipuladores de plantão também deram suas caras e opinaram, não para participar, mas para deixar mensagem clara de que estavam prestando atenção em tudo para poder levar aos seus padrinhos o que o grupo pensa.

Evidentemente traçarão uma estratégia para atingir seus objetivos alinhados às intenções daqueles que pretenderão levar vantagens sobre os trabalhadores de nosso setor.

O engraçado disso tudo é que logo saíram responsabilizando os trabalhadores pelas decisões que foram "obrigados" a tomar. Colocaram em nossas mãos a decisão que se negada terá repercussões, pois estão de mãos atadas. 

O interessante desta tática é de nunca se responsabilizarem por nada que ocorre, mas transferir, ora aos órgãos fiscalizadores, ora aos empregados como se estes fossem responsáveis pelos lucros e riscos do negócio. Na hora dos ganhos o proletário não pode ganhar, mas na hora do prejuízo, ele que arque. Isso, não é novo nem original.

O empregado desavisado toma pra si a missão inglória de salvar a empresa e a categoria, pois ele é corporativista e um romântico inveterado que carregará nas costas o desafio de proteger seu ganha pão. Uma vez implantada esta mensagem em seu cérebro o programa se encarregará de produzir ações e atitudes correspondentes.

Chega  a ser frustrante ver centenas de pessoas hipnotizadas por estes discursos new fascistas. E o pior, são homens e mulheres inteligentes e informados que cedem aos apelos emocionais abrindo mão da razão e caem nas armadilhas de pessoas que agem pela estrita má-fé.

Fiz meu comentário também numa alusão aos manipuladores e instantaneamente um papagaio de pirata acusou o golpe e se denunciou. Se bem que seu histórico é suficiente para o fazê-lo.

Impressionantemente a ansiedade, uma derivação do medo distorce nosso senso de razão e influencia nossas decisões fazendo com que nos precipitemos e soframos posteriores consequências.

O manipulador é somente uma outra face do assediador. Se no primeiro momento sua intenção falhar, no segundo, ele colocará suas asas de fora e revelará sua verdadeira natureza apelando e explorando o medo pela ameaça.

Aprendi uma coisa uma vez: com chantagista não se negocia, pois se cedermos ao medo seremos, então, controlados pelo que ameaça.
Raniery

raniery.monteiro@gmail.com
http://mentesalertas.wordpress.com/